segunda-feira, 16 de maio de 2011

Aloe vera barbadensis (Babosa) III

Aloe vera barbadensis (Babosa) III

Os poderes de cura da Aloe vera já era conhecida pelos povos antigos; como os egípcios e gregos, bem antes de Cristo.
Contam que a Cleópatra a usava nos banhos e cosméticos. Alexandre Mágno a usava para curar as feridas dos seus soldados mais rapidamente.
Alguns dizem que Gandi conseguia aquela façanha de ficar muitos dias em jejum porque ele tomava gel de Aloe vera misturada a água.
O gel da Aloe vera, através da saponina é um limpador natural, quando ingerido ele ajuda na remoção das células mortas e apressa a formação de novas células, por isso ajuda na cura das úlceras e gastrites do estômago e ainda limpa todo o sistema gastro-intestinal. Também é usado para quem está com má digestão.
Numa pesquisa feita nos Estados Unidos, 20 pessoas que sofriam de úlceras no estômago, ingeriramuma dose de gel da babosa diariamente, durante um mês. No fim do tratamento, todos estavam curados e passados um ano, não houve casos de reincidência. Isto acontece por causa que o gel da Aloe vera, inibe a formação do ácido clorídrico que causa a irritação das paredes do estômago e conseqüente desenvolvimento da úlcera. A grande vantagem do uso do gel da babosa, é que não revelou nenhum efeito secundário.
A lignina que ele contém, faz com que penetre rapidamente nos tecidos.
Ajuda no alívio de dores na área em que é aplicada, como juntas e músculos doloridos funcionando como anestésico.
A poderosa e fantástica Aloe vera em forma de gel estabilizada é utilizada para tratamento de: artrite, artrose, reumatismo, dores musculares, psoríase, descongestionante nasal, feridas, acnes, etc.
Em altas concentrações e em contato direto durante várias horas, funciona como bactericida, fungicida e viricida.
Funciona como antipirético (baixa a febre) e antiinflamatório. É hidratante de todas as camadas da pele, por isso hoje as indústrias de cosméticos usam o gel da babosa como base para seus cremes hidratantes e outros cremes para a saúde da pele, shampoos e condicionadores para cabelos.
A aplicação do gel da babosa em cosmetologia contarei em outro capítulo.
Yogoro Narahashi

quinta-feira, 12 de maio de 2011

BICICLETAS - CICLOVIAS - CICLISTAS - SEGURANÇA

BICICLETAS – CICLOVIAS - CICLISTAS - SEGURANÇA

Quase que diariamente vejo e ouço sobre bicicletas, ciclovias e afins. Até aí nada de mais, é bom incentivar as pessoas a utilizarem bicicletas para se deslocarem no seu dia a dia. Isto afetaria, para melhor a poluição ambiental, serviria de bom exercício físico para eles, melhorando o seu estado de saúde, melhorando também o caos no trânsito das ruas das cidades. Porém tem uma coisa que me preocupa imensamente é a falta de incentivo do fator segurança, vejamos: 1. – Nenhuma bicicleta em ação não tem os itens de segurança exigidos pelo CONTRAN, tenho visto passeios de bicicletas organizados por diversos órgãos públicos e particulares e neles 100% das bicicletas estão irregulares, não escapa uma, sequer, e quanto aos ciclistas também poucos estão usando os itens de segurança devidos. Ainda há dois domingos passados, se não me falha a memória, vi no programa Pequenas Empresas Grandes Negócios exibidos pela televisão, um empresário apresentando a firma dele de aluguel de bicicletas e as suas bicicletas para alugar, no entanto nenhuma bicicleta estava equipada regulamentarmente: Artigo 105 ítem VI; Equipamentos obrigatórios para bicicletas: Campainha,; sinalização noturna dianteira e traseira; laterais; nos pedais e espelho retrovisor no lado esquerdo. Ora uma empresa que aluga bicicletas, deveria apresentá-las totalmente equipada e ainda de quebra deveria ter pelo menos capacetes incluídos no aluguel, assim como ainda ontem vi nos noticiários de TV que a USP e a UNICAMP tinham colocado bicicletas para alugar para seus funcionários e alunos a se movimentarem dentro dos campus. Mesmo estas faltavam os itens de segurança. As mídias que noticiam e incentivam o uso de bicicletas como meio de transporte, deveria ressaltar os itens de segurança!
O que me preocupa de fato, é o pouco caso que as autoridades que deveriam zelar pela segurança, não só das bicicletas e suas utilizações, mas da segurança do trânsito geral não se preocuparem com isso. A meu ver, quando se libera uma firma para aluguel de bicicletas, todas elas já deveriam estar equipadas, prontas para serem utilizadas nas ruas, e além disso, fiscalização rigorosa no trânsito, também é o que falta muito.
Se não houver uma fiscalização e orientação intensa, teremos muitos acidentes a lamentar, como é o caso da famigerada Lei Seca, que a princípio funcionou bem, porém hoje, todos os dias temos mortes em acidentes provocados por bêbados no volante!!!
Falando em bêbados no volante, todos, sem exceção, sejam deputados senadores, delegados, enfim autoridades em geral, quando forem flagrados dirigindo em estado alcoolizado, deveriam ficar detidos até que a bebedeira passe, com a retenção das respectivas carteiras de habilitação.
O que falta aqui no nosso país é mais seriedade nas aplicações das leis, estão brincando com elas!
Fazem boas leis e posteriormente, por falta de ações enérgicas das autoridades executivas e judiciárias acabam avacalhando-as.
Yogoro Narahashi e-mail: yogoro1@hotmail.com

RG: 3 796 126-3
Telefone: (11) 4614-3758 Celular: (11) 6499-9079

terça-feira, 3 de maio de 2011

Aloe vera barbadensis ( Babosa ) II

ALOE vera ( Babosa ) II

Na Grécia antiga, usavam-na para curar dores de estômago, alergias, dores de cabeça, queimaduras, manchas da pele e ferimentos em geral.
Os soviéticos descobriram que cura até congestão nasal.
Os cientistas da atualidade comprovaram que ela é: Adstringente, antibiótica, coagulante, inibidora da dor, e estimulante da regeneração dos tecidos e consequentemente ajuda na renovação das células.
Apesar dos esforços dos cientistas da atualidade, ainda não conseguiram desvendar todas as propriedades da Aloe vera. Ela é constituída por 96% de água e 4% de moléculas de carboidratos e essa mistura que proporciona um papel importantíssimo, o de penetrar profundamente em qualquer tecido e exercer os seus efeitos prodigiosos.
Foram identificados na sua composição polissacarídeos contendo glicose, galactose e xilose, tanino, esteróides, ácidos orgânicos, substâncias antibióticas, vários tipos de enzimas, xantonas ( substância que combate os radicais livres), uma proteína com 18 aminoácidos, vitaminas, minerais; sulfato, cobre, ferro, manganês, cálcio, sódio, potássio, selênio, etc.
A folha da babosa possui internamente uma geléia aonde se concentra as suas substâncias ativas responsáveis pelo seu poder de cura.
Essa geléia é rica em vitamina C, que é a principal responsável na parte imunológica do nosso organismo.
O potássio colabora na manutenção do ritmo cardíaco, além de estimular as funções renais.
O cálcio acelera a coagulação do sangue e ativa as enzimas, ele também é responsável pelo controle do batimento cardíaco.
O sódio juntamente com o potássio estabiliza o nível de hidratação do organismo.
O manganês auxilia na eficiência das enzimas digestivas, impedindo a formação das pedras nos rins.
O ferro é um dos componentes da hemoglobina, na sua falta provoca a anemia.
O que se sabe é que o gel da Aloe vera, tem um grande poder de penetração nos tecidos, ajudando na construção das células novas e retirando as células mortas. É por isso que ela opera a cicatrização mais rápida dos ferimentos e apressa a cura das queimaduras
No caso das contusões e ferimentos, a utilização da babosa tem se mostrado muita eficácia, acelerando a recuperação do paciente.
Os pesquisadores americanos e soviéticos mostram que o gel da Aloe vera é um alimento poderoso na cura de diversos males: Uma experiência feita com 20 pessoas que sofriam de úlceras, ingeriram diariamente, durante 1 mês certas doses do gel da planta e eles ficaram totalmente curados, sem recaídas posteriores.
Muitas pessoas que estão tomando o gel diariamente, estão se sentindo melhoras sensíveis nas suas funções intestinais e nos seus estados de saúde em geral.
Continua...