terça-feira, 23 de novembro de 2010

Cachorro andando de bicicleta -veja

Cachorro de bicicleta!
Copie o site abaixo, cole no seu browser e veja

http://mail.mailig.ig.com.br/mail/?ui=2&ik=2c3ed23dbf&view=att&th=1257b155e2c9d3cd&attid=0.1&disp=attd&zw

sábado, 6 de novembro de 2010

Enxaquecas e Cefaléias

EnxaquecasCefaléias

Grande parte das dores de cabeça (cefaleias) são
denominadas cefaleias primárias, isto é, elas próprias são a causa e o
sintoma. Existem também vários tipos de cefaleias secundárias, isto é,
causadas por outras doenças. Entre estas estão os tumores cerebrais, as
meningites, os sangramentos dentro do cérebro ou dentro da cabeça, doenças
em outras partes do corpo e várias situações que se não forem diagnosticadas
e tratadas a tempo podem resultar na morte do paciente. Entre as cefaleias mais comuns
estão a enxaqueca ou migrânea, a cefaléia do tipo
tensional e a cefaléia em salvas. Essas, entre outras várias cefaléias,
podem provocar sofrimento, incapacidade e desespero entre seus sofredores,
muitos dos quais perambulam e peregrinam anos a fio por toda a sorte de médicos e
profissionais de saúde sem nunca sequer saber a causa de sua dor. É
exatamente isso! Não obstante se procurem profissionais de saúde, muitas
vezes estes não sabem sequer por onde começar e como orientar e ajudar os
pacientes! Por outro lado, os pacientes ficam a mercê de profissionais
muitas vezes indicados por outros médicos, que não têm a competência, a formação
ou mesmo a honestidade de assumir que não conhecem o assunto. Falsos especialistas, professores de universidades públicas falidas e enganadoras, muitas vezes aprovados em concursos já destinados a preencher vagas de apadrinhados, propagam aos quatro cantos a sua condição de professores universitários quando na verdade não cumprem um décimo de suas cargas horárias e não fazem nada a não ser buscar compensações pessoais. É necessário se ter cuidado com estes profissionais.





É importante entender que as cefaleias primárias citadas são verdadeiros
distúrbios ou doenças do próprio cérebro, geralmente bioquímicas e de causa
genética, como a enxaqueca, e que não aparecem naqueles exames mais comuns
como RX, eletro encefalograma, tomografia computadorizada de crânio e até em
ressonâncias nucleares magnéticas de última geração. Isso provoca mais
frustração porque a dor está lá, o sofrimento é grande e nunca se encontra
nada que a justifique aos olhos de quem não conhece o assunto. Pior ainda, é
quando se encontra algo que nada tem a ver com o problema e se
responsabiliza isto como causa da dor, submetendo o paciente a inúmeros
procedimentos que NÃO IRÃO resolver o problema. Portanto, as dores de cabeça
crônicas que afligem muitas pessoas em caráter intermitente ou eventual NÃO
são causadas por fígado, vesícula, dentes, mordida errada, falta de óculos,
epilepsias e outras causas que inúmeros insistem em apontar. Na verdade, o
diagnóstico de grande parte das dores de cabeça é feito apenas com uma boa e
completa história clínica aliada ao exame físico criterioso. Infelizmente
isso NUNCA pode ser feito em consultas de 15-20 minutos onde, muitas vezes,
não se olha sequer nos olhos do paciente!!





Com isso, desejamos que você, que hoje nos procura para entender melhor o
seu problema procure um verdadeiro especialista em dor de cabeça. Um
neurologista que realmente conheça esse problema e que lhe atenda de forma
demorada, cuidadosa e competente (por exemplo, a minha consulta de primeira
vez dura na média 1 hora!). Não recorra a outras especialidades que não têm
a devida formação para avaliar, examinar e tratar as dores crônicas de
cabeça que NÃO são da esfera do ortopedista, oftalmologista,
otorrinolaringologista,clínico geral, psiquiatra, etc. Além disso, é
bastante temerário ver, como frequentemente temos visto, cirurgiões
plásticos e dermatologistas propagando a FALSA idéia de que o BOTOX
cura enxaqueca e é muito eficaz para tratá-la. Entendemos que isso
é antiético e ainda não comprovado, representando, ao nosso ver, uma forma
de obter dinheiro de sofredores deseperados. O Botox até poderá ser uma
droga eficaz para a enxaqueca, mas ainda não o é com o protocolo de uso atual e NÃO deve ser feito por não neurologistas e por aqueles que se intitulam, mas NÃO SÃO, especialistas em dor de cabeça. Exatamente por isso, deixei de indicar médicos em Cidades que não são a minha (Rio de Janeiro). Fazia isso no passado, mas recebia inúmeras reclamações como se fosse o responsável pela eficiência dos profissionais que indicava.





O tratamento da maioria dessas dores utiliza medicamentos em caráter diário
que interferem e modulam os mecanismos químicos da dor no próprio cérebro e
que muitas vezes são usados para outras doenças como depressão, tonteira e
problemas de coração. Quando lhe receitarem uma ou mais dessas drogas não
pense que são "fortes", que o seu médico acha que você tem depressão ou
alterações cardíacas ou que ele se enganou em relação ao seu caso. Se você
procurou alguém com as características descritas, a possibilidade de este
profissional acertar com você serão maiores. Aliás, nunca tome qualquer
analgésico ou remédio para as crises de dor de cabeça mais de DUAS VEZES por
semana pois isso pode, gradualmente, piorar a sua dor e transformá-la em uma
dor diária que vai e volta apesar de você usar analgésicos todos os dias.





Pratique exercícios aeróbicos pelo menos quatro vezes na semana, durma
sempre um número regular de horas, não perca ou atrase refeições e tente
levar uma vida mais leve que isso pode ajudar muito o seu tratamento a funcionar.
Infelizmente não posso lhe indicar aqui um médico da minha confiança em cada
localidade, mas talvez, em alguma Cidade eu possa lhe sugerir algum nome.





Estou à disposição para avaliar pessoalmente o seu caso e se quiser saber
mais sobre dor de cabeça, enxaqueca e cefaléia em salvas sugiro ler com
atenção o livro. DOR DE CABEÇA E ENXAQUECA. OS CAMINHOS PARA O ALÍVIO da
Editora ESPAÇO EDITORIAL.
Creio que lhe pode ser muito útil.





Boa Sorte !!

Dr Abouch Valenty Krymchantowski
Mestre e Doutor em Neurologia (Teses em Cefaléia)
Fellow da American Headache Society
Membro da International Headache Society
Curriculum CNPQ/Lattes
http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4735535P6
Publicações internacionais: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/sites/entrez e fazer um search com Krymchantowski
Copacabana e Barra. Central de marcação e informações 21-22551055 e 22366587

Obs: NÃO trabalhamos com convênios ou planos de saúde


Em 17 de agosto de 2010 11:52, Yogoro Narahashi escreveu:
Novo contato via site.

Nome: Yogoro Narahashi
E-mail: yogoro36@gmail.com
Telefone: 1146143758

Comentário: Bom dia. Eu conheço alguns métodos, sem uso de drogas, que costumo aplicar e ensinar as pessoas com dor de cabeça para o alívio imediato. Por desconhecer até há pouco tempo atrás que tanta gente sofria de dores de cabeça, apenas aplicava esses métodos em pessoas que me procuravam. Agora que tomei conhecimento desse fato resolvi publicar num blog que logo será publicado. Atenciosamente,
Yogoro Narahashi

Responder
Encaminhar